Enquanto os Olhos Piscam
Home Theme Archive Random Ask RSS
About:
"Pronde vai?"

Following:



'Para de se mexer, nao consigo te ver'
Oi, tudo bem?
Eu só passei pra pedir que você não vá embora.
Fica desse jeito mesmo, tão meu e de ninguém.
Pode coçar os olhos para disfarçar o desejo de me encarar.
'Fica até dormir?'
Sim, eu fico até o fim que não teve começo e o começo que não terá fim.
Aceita de uma vez que a gente pode passar o resto da vida ouvindo a mesma playlist e comendo tudo que gostamos.
Nós gostamos. Eu de você e você de mim.
Adiós, hasta la vista.

'Para de se mexer, nao consigo te ver'

Oi, tudo bem?

Eu só passei pra pedir que você não vá embora.

Fica desse jeito mesmo, tão meu e de ninguém.

Pode coçar os olhos para disfarçar o desejo de me encarar.

'Fica até dormir?'

Sim, eu fico até o fim que não teve começo e o começo que não terá fim.

Aceita de uma vez que a gente pode passar o resto da vida ouvindo a mesma playlist e comendo tudo que gostamos.

Nós gostamos. Eu de você e você de mim.

Adiós, hasta la vista.

Posted on March/10/2014 with 5 notes

Sempre acho que a culpa é do pai

As mães são seres loucos que acham que podem tudo. Os pais são culpados. Eles representam 80% dos problemas da vida adulta, pais bons demais nos fazem fracos, pais carrascos criam medos e pais fantasmas não criam nada. 

Mesmo quando não estão as mães foram alguma coisa. A barriga. Há pais que são barrigas também e tem aqueles que são estômago vazio.

V A Z I O. A culpa é sempre dos pais.

Posted on February/26/2014


'Que bom poder te ajudar!', disse sem nunca ter ajudado 
Como bem diz o cartaz acima, tem coisa que precisa ser organizada em meio a vogais e consoantes para, talvez, sair da gente. Coisas que parecem tão ínfimas diante dos problemas humanitários, catástrofes e tantas outras dores grandiosas mas que despertam lágrimas tímidas toda manhã.
Coisas que estão espalhadas como brinquedos de criança e sem querer você pisa com força e corta o pé. E assim é o que sinto hoje sobre nós. Você é um brinquedo pontudo e barulhento. Mesmo se eu pisar quem se machuca não é você. 

'Que bom poder te ajudar!', disse sem nunca ter ajudado 

Como bem diz o cartaz acima, tem coisa que precisa ser organizada em meio a vogais e consoantes para, talvez, sair da gente. Coisas que parecem tão ínfimas diante dos problemas humanitários, catástrofes e tantas outras dores grandiosas mas que despertam lágrimas tímidas toda manhã.

Coisas que estão espalhadas como brinquedos de criança e sem querer você pisa com força e corta o pé. E assim é o que sinto hoje sobre nós. Você é um brinquedo pontudo e barulhento. Mesmo se eu pisar quem se machuca não é você. 

Posted on January/23/2014 with 20,833 notes


2013 
Não digo que passaria uma borracha em 2013, mas, sem dúvidas, foi um ano que exigiu estomago forte e fé no futuro. Conheci pessoas incríveis que seguraram a onda do ano ímpar e dos encontros com quem não era tão incrível quanto parecia. Se eu pudesse escolher uma “cena” para retratar meu ano 2013 seria: alguém jogando todos os dias às 7h da manhã um balde d´água bem gelada na minha cara. Foram doze meses acordando no susto! E agora sinto meus olhos bem lavados e abertos. Valeu doismiletreze! Foi tempo de abrir os olhos e “engrossar o couro”. Que 2014 venha com mais frescor(…) Se meu 2013 foi SP, sem ofensas, desejo para nós um novo ano bem carioca. Muita luiX, amor e um pouco de leveza parcelada em 12 vezes sem juros! Obrigada por tudo 2013, subestimei você e foi tudo melhor do que poderia ter sido. Welcome 2014! "Take a seat, take your life! Plot it out in black and white"

2013 

Não digo que passaria uma borracha em 2013, mas, sem dúvidas, foi um ano que exigiu estomago forte e fé no futuro. Conheci pessoas incríveis que seguraram a onda do ano ímpar e dos encontros com quem não era tão incrível quanto parecia. Se eu pudesse escolher uma “cena” para retratar meu ano 2013 seria: alguém jogando todos os dias às 7h da manhã um balde d´água bem gelada na minha cara. Foram doze meses acordando no susto! E agora sinto meus olhos bem lavados e abertos. Valeu doismiletreze! Foi tempo de abrir os olhos e “engrossar o couro”. Que 2014 venha com mais frescor(…) Se meu 2013 foi SP, sem ofensas, desejo para nós um novo ano bem carioca. Muita luiX, amor e um pouco de leveza parcelada em 12 vezes sem juros! Obrigada por tudo 2013, subestimei você e foi tudo melhor do que poderia ter sido. Welcome 2014! "Take a seat, take your life! Plot it out in black and white"

Posted on December/30/2013 with 25,635 notes
Tagged as:new year,2013,2014,


11/11
É muito número primo para um dia só! Acordar antes da hora, sair cedo demais pode ser pior que o atraso. Checar a roupa nunca é demais e pedir ajuda as amigas pode ser uma descoberta inimiga. Senta aí e não dorme porque eu preciso de atenção! Bia, num dia de fúria. 
Bia saiu de casa com calor de três jovens lobos no meio das pernas. Bia anda solitária e nostálgica do tempo em que alguém se esquentava nela. Bia escolheu a roupa pelo frescor e esqueceu a beleza. Bia viu Dom atravessar a rua e quis esconder a roupa velha ficando nua. Ela queria ele nu também. Disfarçou e correu! Bia sabia que era só o começo do dia e já havia perdido o amor. 
Pobre Bia. 

11/11

É muito número primo para um dia só! Acordar antes da hora, sair cedo demais pode ser pior que o atraso. Checar a roupa nunca é demais e pedir ajuda as amigas pode ser uma descoberta inimiga. Senta aí e não dorme porque eu preciso de atenção! Bia, num dia de fúria. 

Bia saiu de casa com calor de três jovens lobos no meio das pernas. Bia anda solitária e nostálgica do tempo em que alguém se esquentava nela. Bia escolheu a roupa pelo frescor e esqueceu a beleza. Bia viu Dom atravessar a rua e quis esconder a roupa velha ficando nua. Ela queria ele nu também. Disfarçou e correu! Bia sabia que era só o começo do dia e já havia perdido o amor. 

Pobre Bia. 

Posted on December/30/2013 with 9,916 notes
Tagged as:baday,


music:

John Mayer signed up for Tumblr four years ago this month. For the very first time, he is turning on the “ask” feature for a brand new, live Tumblr interview series that we call Dashboard Confessions.
Follow JM, drop him some good questions, and tune into your dashboards on Friday, November 22, at 7:00pm EST to participate in the interview before he kicks off his US tour. 
Reblog at will!

music:

John Mayer signed up for Tumblr four years ago this month. For the very first time, he is turning on the “ask” feature for a brand new, live Tumblr interview series that we call Dashboard Confessions.

Follow JM, drop him some good questions, and tune into your dashboards on Friday, November 22, at 7:00pm EST to participate in the interview before he kicks off his US tour

Reblog at will!



Hoje acordei disposta ao ponto de fazer flexões no quarto às 8 horas da manhã. Cantei em alto e bom som as músicas que me lembram o lado bom de ter te conhecido. Apaguei seu número da agenda e como se sentisse vi uma mensagem sua chegar e ficar lá na caixa. Comecei um papo sem sentido com um estranho e contei a ele o quanto te amo. Amor desses que nem raiva temos. Amor que você sabe que tem. É só o que eu tenho, em português claro e tupiniquim: contei a um estranho que amo você. É só amor o que tenho. 

Hoje acordei disposta ao ponto de fazer flexões no quarto às 8 horas da manhã. Cantei em alto e bom som as músicas que me lembram o lado bom de ter te conhecido. Apaguei seu número da agenda e como se sentisse vi uma mensagem sua chegar e ficar lá na caixa. Comecei um papo sem sentido com um estranho e contei a ele o quanto te amo. Amor desses que nem raiva temos. Amor que você sabe que tem. É só o que eu tenho, em português claro e tupiniquim: contei a um estranho que amo você. É só amor o que tenho. 

Posted on November/19/2013 with 1,249 notes


Nunca escrevi meia palavra sobre você. Reli todas as postagens e não encontrei vestígios de como me sentia ao seu lado e lembro tão bem que era tão bom. O que me fez calar? Eu não estava lá e agora é o único lugar que me interessa no mundo. Espero que tenha silenciado por medo de que as palavras trouxessem má sorte. Espero que escrever para você tenha sido mais importante do que sobre nós. Foi bom te encontrar e poder entregar aquele papel amassado cheio de saudade. 
I really, really, really like you. 
Hakuna Matata.

Nunca escrevi meia palavra sobre você. Reli todas as postagens e não encontrei vestígios de como me sentia ao seu lado e lembro tão bem que era tão bom. O que me fez calar? Eu não estava lá e agora é o único lugar que me interessa no mundo. Espero que tenha silenciado por medo de que as palavras trouxessem má sorte. Espero que escrever para você tenha sido mais importante do que sobre nós. Foi bom te encontrar e poder entregar aquele papel amassado cheio de saudade. 

I really, really, really like you. 

Hakuna Matata.

Posted on October/23/2013 with 21,052 notes

I can’t remember what went wrong last september.

Posted on October/18/2013


Você não arranca um sorriso meu como quem morde devagar o canto dos lábios. Você me embrulha o estômago e revive o pior de mim: a insegurança. Queria poder dividir músicas que gosto, filmes bobos que leio, você não entende, eu queria poder ser brega! Poder me sentir leve ao ler seu nome e ouvir o som da voz mesmo distante. Não me sinto a vontade para dividir meus medos, confessar que não sei dançar, te escrever um cartão. Desculpa, eu confundi tudo e joguei pra valer. Confundo chuva com frio. Amo com afeto. Amar com precisar. Confundi numa ilusão de romper o que era. Confusa que sou achei que você fosse alguém que ainda não conhecia. E eu conhecia. Não, eu não te darei mais carinhos ou calor. Você não me faz sorrir e não abre os olhos quando me vê. 
foto:ideiasaleatorias

Você não arranca um sorriso meu como quem morde devagar o canto dos lábios. Você me embrulha o estômago e revive o pior de mim: a insegurança. Queria poder dividir músicas que gosto, filmes bobos que leio, você não entende, eu queria poder ser brega! Poder me sentir leve ao ler seu nome e ouvir o som da voz mesmo distante. Não me sinto a vontade para dividir meus medos, confessar que não sei dançar, te escrever um cartão. Desculpa, eu confundi tudo e joguei pra valer. Confundo chuva com frio. Amo com afeto. Amar com precisar. Confundi numa ilusão de romper o que era. Confusa que sou achei que você fosse alguém que ainda não conhecia. E eu conhecia. Não, eu não te darei mais carinhos ou calor. Você não me faz sorrir e não abre os olhos quando me vê. 

foto:ideiasaleatorias

Posted on October/18/2013 with 49,027 notes