Enquanto os Olhos Piscam
Home Theme Archive Random Ask RSS
About:
"Pronde vai?"

Following:


Combinado

A maior das dores é a dor combinada com a saudade. Dois por um e ninguém pelos dois. Só ausência e frases pela metade. A maior e a menor em um único dia. O drama e o desdém de uma só vez. Aquela dor combinada que não combina com a gente. Mas não passa.

Posted on September/18/2014

Escolho o insulto

É melhor insultar minha loucura do que exaltar sua pena. 

Um mês de silêncio e o surto de saudade dispara sem minha autorização. 

Pode recusar, gritar, ignorar, qualquer dessas coisas é melhor que o afago amigo e a diversão silenciosa. 

Seu sorriso lateral e o barulho do teu peito inflando ao ouvir minhas declarações são mais cortantes. 

Leia e silencie. Vou te dar o direito de ser último a se calar. 


11 de setembro de 2012

Dois anos depois e só agora percebo o quão trágico foi. Não arrumei o cabelo, nem ajeitei a postura, muito menos, fiz questão de ficar.

Nesse meio tempo, pude ver o início do fim com mais clareza. Era óbvio e só eu não percebia. O clichê pode ser verdade.

Ainda sento no mesmo banco e uso aquela blusa azul marinho. Nunca terminei o livro que lia naquele dia 11. As vezes, também vejo seu casaco amarelo esportivo ali por perto. Lembro que esqueci de comentar o tom sexy da sua voz. A sorte é que tem sempre alguém passando enquanto eu espero. Sem ser você.

Posted on September/10/2014

menos intensidade e mais intenção

Não adiantou nada as ligações diárias e as três mil mensagens controlando os passos. Parecia interesse mas era só intensidade. Esfriou como um bolo coberto de chocolate e solado por dentro. 

Vamos combinar uma coisa? Na próxima vez, outra vida, talvez, você não precisa ligar. Não precisa dirigir até a minha casa e nem pagar a conta todas as noites. Na próxima, diminui o pé e abra a boca com honestidade. 

Foi viciante, intenso e sem nenhuma intenção de ser de verdade. 

Posted on September/8/2014

Sêscara

Sempre tento fazer contato com sêscara mas eles são mais fechados que grupo de menina na escola, cara.
- É cara, sei como é esse tipo de gente fechada. Só é melhor que gente aberta tipo eu.
Meu estilo se escancara e não atinge a clareza necessária. “Sêscara” estão certos de se fecharem para você, caro amigo.

Bati a porta e fui. Ainda te amo

Posted on June/22/2014

Dicas e sugestões
  • Amigos tumblrs (isso existe?) gostaria de sugestões para expandir a rede de leitores e também associar conteúdos. Ah claro, ouvir/ler a opinião de quem atura meus erros e apostas literárias doidas também. ;) bjs
Posted on June/8/2014


Não me apresente ninguém. Se apresente a você mesmo que já não reconhece a diferença do amor e da ferida. Abra os olhos e veja a imagem que reflete na ponta da sua lança. Límpida e certeira ela fita teus olhos e acerta o coração. Não me apresente ninguém. Eu não quero conhecer outras partes do teu ego e engolir um pouco do veneno que despeja ao insistir em me ferir. 

Uma eternidade adormecida não seria má ideia diante dos dias depois que me apresentaram você.

Não me apresente ninguém. Se apresente a você mesmo que já não reconhece a diferença do amor e da ferida. Abra os olhos e veja a imagem que reflete na ponta da sua lança. Límpida e certeira ela fita teus olhos e acerta o coração. Não me apresente ninguém. Eu não quero conhecer outras partes do teu ego e engolir um pouco do veneno que despeja ao insistir em me ferir.

Uma eternidade adormecida não seria má ideia diante dos dias depois que me apresentaram você.

Posted on June/8/2014

Faber-Castell

Gosto de escrever a lápis porque o tempo apaga sempre as boas e as más frases. Não importa o quanto dure e será sempre bom para diminuir a vaidade do autor. Se um dia o lápis marcar feito tatuagem eu terei que parar de escrever bobagens e aos poucos morrer. Tudo o que escrevo é para o hoje  e amanhã não gostarei de ter escrito isso. Sempre que gostei por mais de um dia fiquei marcada a caneta e eu não sei usar aquela borracha de duas cores. Queria amar feito frases a lápis que o tempo apaga sem manchar. De que vale amar feito caneta se a vida é escrita a lápis? 

Posted on May/7/2014
Tagged as:writing,writers,


'Para de se mexer, nao consigo te ver'
Oi, tudo bem?
Eu só passei pra pedir que você não vá embora.
Fica desse jeito mesmo, tão meu e de ninguém.
Pode coçar os olhos para disfarçar o desejo de me encarar.
'Fica até dormir?'
Sim, eu fico até o fim que não teve começo e o começo que não terá fim.
Aceita de uma vez que a gente pode passar o resto da vida ouvindo a mesma playlist e comendo tudo que gostamos.
Nós gostamos. Eu de você e você de mim.
Adiós, hasta la vista.

'Para de se mexer, nao consigo te ver'

Oi, tudo bem?

Eu só passei pra pedir que você não vá embora.

Fica desse jeito mesmo, tão meu e de ninguém.

Pode coçar os olhos para disfarçar o desejo de me encarar.

'Fica até dormir?'

Sim, eu fico até o fim que não teve começo e o começo que não terá fim.

Aceita de uma vez que a gente pode passar o resto da vida ouvindo a mesma playlist e comendo tudo que gostamos.

Nós gostamos. Eu de você e você de mim.

Adiós, hasta la vista.

Posted on March/10/2014 with 6 notes

Sempre acho que a culpa é do pai

As mães são seres loucos que acham que podem tudo. Os pais são culpados. Eles representam 80% dos problemas da vida adulta, pais bons demais nos fazem fracos, pais carrascos criam medos e pais fantasmas não criam nada. 

Mesmo quando não estão as mães foram alguma coisa. A barriga. Há pais que são barrigas também e tem aqueles que são estômago vazio.

V A Z I O. A culpa é sempre dos pais.

Posted on February/26/2014